Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2015

Leandro buscou novas tecnologias para impressão do cordel

Imagem
Texto e fotos por Valdívia Costa
A palestra da 6ª Feira Literária de Boqueirão (Flibo), “Leandro Gomes de Barros e a imprensa”, com Bráulio Tavares e Astier Basílio, nesta sexta-feira (30), mostrou o perfil empreendedor e vocacionado do "pai do cordel brasileiro". Segundo Bráulio, o artista de Pombal, no Sertão paraibano, fez das tecnologias do século 19 aliadas na difusão da cultura popular escrita. Antenado nas inovações do mercado editorial da época, Leandro passou do prelo, que imprimia os folhetos letra por letra, para o linotipo.
Por causa dessa visão “moderna” para aquele século, Leandro se destacou na imprensa nacional. Atuou conforme suas necessidades pessoais e profissionais, como criador, gráfico, distribuidor e vendedor dos livretos. Foi por essa caraterística dinâmica que Bráulio começou sua apresentação explicando um pouco do conceito cyberpunk, que seria muito bem aplicado ao perfil do artista Leandro. 
A palavra designa da cibernética, do universo underground da…

FLIBO VAI À ESCOLAS E ESCOLAS VÃO À FLIBO NA 6ª EDIÇÃO

Imagem
Texto e fotos por Dayara Sousa

A 6ª Feira Literária de Boqueirão (Flibo) segue falando de poesia popular, homenageando o poeta Leandro Gomes de Barros. Nesta quinta-feira (29), segundo dia de programação, houve as primeiras oficinas nas escolas Estadual Conselheiro José Braz do Rêgo e Municipal Padre Inácio. A praça da Associação Boqueirãoense de Escritores (Abes) também ficou movimentada durante com o projeto "Minha Escola na Flibo", que levou muitos alunos ao local.

As oficinas acontecem todos os dias, das 9h às 12h e das 14h às 17h. Os alunos das escolas participantes elaboraram apresentações e participaram de brincadeiras. Uma das apresentações chamou atenção. Caracterizados como os personagens criados pelo mestre Ariano Suassuna, os estudantes interpretaram uma adaptação da obra “O Auto da Compadecida”. 



Vale ressaltar ainda a relação que o próprio Ariano tinha para com a obra de Leandro Gomes de Barros, o homenageado deste ano da feira. Elementos de textos do cordelista, …

CORES, POESIA E MÚSICA NO PRIMEIRO DIA DA 6ª FLIBO

Imagem
Por Dayara Sousa

A sexta edição da Feira Literária de Boqueirão (Flibo) começou nesta quarta-feira (28) com uma parceria com as escolas da cidade. Cerca de 500 alunos marcharam pelas ruas centrais de Boqueirão, no início da tarde, pelo incentivo à leitura. O resultado disso foi um festival de cores. Durante a noite, a abertura solene da Feira, na Praça da Associação Boqueirãoense de Escritores (Abes), teve o show da cantora Sandra Belê, "A Festa".

O secretário de Cultura do Estado, Lau Siqueira esteve presente e representantes da prefeitura municipal e da cultural local, como Cybelle Macedo e o secretário de educação do município, José Erivaldo da Silva. Houve o encontro dos poetas Aderaldo Luciano, Oliveira de Panelas e Beto Brito. Mais pareceu uma conversa entre amigos. Eles cantaram, recitaram e arrancaram muitas risadas, além de serem aplaudidos de pé. 



O ponto alto da poesia se deu no momento em que Oliveira de Panelas recitou seu famoso texto "Na gramática portuguesa…

Boqueirão terá 6ª Feira Literária com música, poesia e teatro

Imagem
Por Valdívia Costa

O Cariri paraibano receberá a 6ª Feira Literária de Boqueirão, que será realizada desta quarta-feira (28) ao sábado (31), nesta cidade. Além da poesia, linguagem mais abordada no evento, haverá shows de Sandra Belê e Toninho Borbo, contações de histórias, palestras, oficinas, teatro de rua, violeiros e outros. O homenageado deste ano é o cordelista de Pombal, no Sertão, Leandro Gomes de Barros, o “pai do cordel brasileiro”. A abertura oficial será às 18h, na Praça da Abes, no centro turístico da cidade.
Apresentações culturais das escolas de Boqueirão, shows de variados estilos de música e espetáculos de teatro, além de muita poesia. As atrações da Feira promovem um verdadeiro momento artístico cultural na cidade. A previsão é de mais visitas de escolas dos municípios vizinhos. A parte pedagógica é tão marcante na Feria que foi criado o programinha “Minha Escola na Flibo”, uma parceria da ABES com a Secretaria de Educação de Boqueirão.
Para a coordenadora do evento, Mi…

Flibo 2015 \o/

VT produzido por Dayara Sousa Show de Bola ;) Flibo | 28 a 31 de Outubro de 2015

Bráulio Tavares e Astier Basílio juntos na FLIBO, dia 30/10, sexta-feira, falando sobre LEANDRO GOMES DE BARROS E A IMPRENSA

Imagem
Quando Leandro Gomes de Barros era vivo, saiu alguma coisa no jornal a respeito dele? Como os jornalistas daquela época viram o trabalho do poeta paraibano. Na pesquisa realizada, encontramos folhetos que tiveram versões retrabalhadas especialmente para publicação em jornal. A questão do plágio foi algo que também se verificou. Leandro queixou-se nos jornais de que seu trabalho era pirateado. Mas como viam o trabalho do poeta? Qual a avaliação que fariam? É o que pretendemos responder.

DIA 30/10, SEXTA-FEIRA
PRAÇA DA ABES
19h

PROGRAMAÇÃO FEIRA LITERÁRIA DE BOQUEIRÃO 2015

MINHA ESCOLA NA FLIBO E FLIBINHO

Imagem
Apresentações culturais das Escolas de Boqueirão dentro da programação da Flibo; são apresentações de música, dança e teatro, além, é claro, de muita poesia! Este ano, a FLIBO irá receber escolas de municípios circunvizinhos que irão enriquecer ainda mais o nosso evento. A Minha Escola na Flibo é uma parceria da ABES com a Secretaria de Educação de Boqueirão.

DIA 29/10, QUINTA-FEIRA
MANHÃ
8h30 | MINHA ESCOLA NA FLIBO
Apresentação das Escolas Municipais
11h | CONTAÇÃO DE HISTÓRIA
Quintalzinho com histórias, com Penélope Martins (SP)

TARDE
13h30 | MINHA ESCOLA NA FLIBO
Apresentação das Escolas Municipais
16h | APRESENTAÇÃO CULTURAL

DIA 30/10, SEXTA-FEIRA
MANHÃ
8h30 | MINHA ESCOLA NA FLIBO
Apresentação das Escolas Municipais
11h | EMANUEL E ROSINHA - UM ROMANCE NO SERTÃO. Uma história que envolve teatro infantil, cordel e música regional, Grupo Garagem da Leitura

TARDE
13h30 | MINHA ESCOLA NA FLIBO
16h | CONTAÇÃO DE HISTÓRIA
Espetáculo Fábulas e Canções, Cia Pé de Baobá, Com Cris Leandro (…

Na 6ª FLIBO tem BATE-PAPO LITERÁRIO

Sexta, dia 30/10

09h00 | EEEFM CONSELHEIRO JOSÉ BRAZ DO RÊGO
A LITERATURA FANTÁSTICA PARAIBANA, DO CORDEL AO E-BOOK

Com o escritor RAFAEL BUARQUE

10h00 | EEEFM CONSELHEIRO JOSÉ BRAZ DO RÊGO
O USO DA NARRATIVA DE CARÁTER REGIONALISTA EM JOGOS DIGITAIS

Com ARI RODRIGUES E EDVÂNIA AGUIAR

11h00 | EEEFM CONSELHEIRO JOSÉ BRAZ DO RÊGO
70 ANOS SEM MÁRIO DE ANDRADE: A CULTURA NORDESTINA E O TURISTA APRENDIZ

com o escritor JOÃO MATIAS

Sábado, dia 31/10
14h00 | EMEF PADRE INÁCIO REALIDADE E FICÇÃO: A LITERATURA COMO FONTE PARA A ESCRITA DA HISTÓRIA Com os escritores Bruno Gaudêncio, Jairo Cézar e os historiadores, Flávio Carreiro, Iordan Queiroz e Iranilson Burity

"Receitas de como se tornar um bom escritor" do escritor e jornalista Linaldo Guedes será lançado na FLIBO, dia 30/10

Imagem
“Receitas para se tornar um bom escritor” traz textos sobre temas diversos que acometem o campo literário, como ampliação do número de leitores de poesia no Brasil, a importância do Concretismo, o papel do leitor diante de uma obra literária, jornalismo literário e a angústia da influência à moda de Harold Bloom, entre outros. Na ocasião, o escritor também falará sobre "Por que é tão fácil e tão difícil ser escritor".
O livro reúne textos sobre autores como Sérgio de Castro Pinto, João Cabral de Melo Neto, Paulo Leminski, Augusto dos Anjos, Vinicius de Moraes, Augusto de Campos, José Lins do Rego, Fernando Pessoa, Ariano Suassuna e Padre Antônio Vieira.

O objetivo da obra é principalmente, provocar o debate sobre como se faz e se produz a literatura nos tempos de hoje, com o advento de novas tecnologias, a exemplo de blogues, redes virtuais e sites. E, também, de reforçar a importância da leitura de alguns autores da literatura. 
Linaldo Guedes é jornalista e poeta. Nascido e…

Escritor Efigênio Moura lança o seu mais novo livro "Caderneta de Fiado" no segundo dia da FLIBO, dia 29/10

Imagem
No seu novo romance, CADERNETA DE FIADO, Efigênio Moura homenageia suas raízes ao escrever uma estória a partir do poema Zéfa, de autoria de Efigênio Teixeira, seu avô. A estória de Caderneta conta a saga de Zéfa a partir de Pindoba, município alagoano, terra do avô de Efigênio, passa boa parte do livro em Taperoá- PB, e encerra-se em Pindoba, onde ele consegue trazer para dentro de sua vida fantasiosa, a figura do próprio avô.

Os romances de Efigênio Moura, tem como característica os cenários da região do Cariri Paraibano, e utiliza também como marcante, a oralidade ainda persistente no interior do Brasil, resgatando e até mantando costumes e tradições de um falar cada vez menos utilizado. Cada livro seu é acompanhado internamente por um glossário.

Suas três obras são estudadas em salas de aulas da Paraíba, Pernambuco e Distrito Federal. O livro Ciço de Luzia foi obra adotada para o vestibular da Universidade Estadual da Paraíba em 2013.
DIA 29/10, QUINTA-FEIRA
PRAÇA DA ABES
20h

Poesia para que e para quem? Com os escritores Bruno Gaudêncio e José Inácio Vieira de Melo, dia 29/10, no segundo dia da FLIBO

Imagem
Nunca se publicou poesia como atualmente. As publicações de poemas nas redes sociais são uma verdadeira avalanche. Os livros são publicados aos borbotões, mesmo que em pequeníssimas tiragens. Mas para quem escrevem os poetas? Pois apesar de toda essa efervescência criativa, os leitores de poesia são extremamente reduzidos. As pessoas não têm tempo para ler algo que não seja útil, que não venha oferecer suporte para as coisas práticas, pragmáticas. 
O poeta cearense Francisco Carvalho afirmou em entrevista que “a poesia é uma grande ribalta entregue às moscas”. Já o poeta pernambucano Alberto da Cunha Melo disse em um belíssimo poema, intitulado “Casa vazia”, que “Poema nenhum, nunca mais,/ será um acontecimento:/ escrevemos cada vez mais/ para um mundo cada vez menos”. Na palestra “Poesia para que e para quem?”, os poetas José Inácio Vieira de Melo e Bruno Gaudêncio tentarão mostrar ao público da Flibo o porquê da necessidade de fazer e publicar poesia e qual o alcance dessas escritura…

"Andanças pelo mundo da Poesia", Sarau poético musical do Grupo Frente Trovadora, na sexta, dia 30/10 na FLIBO

Imagem
O grupo Frente Trovadora apresentará na FLIBO 2015 o sarau poético musical "andanças pelo mundo da poesia". Em formato interativo, o grupo declamará poemas de diversos autores e fará uma performance mergulhando no mundo encantado da literatura de cordel.

DIA 30/10, SEXTA-FEIRA
PRAÇA DA ABES
21h